Tonterías, Baloney, Bêtise, Albernheit…

Fim de semana passou e com ele comidinhas gostosas em casa para a inauguração de panela Lekssa. Sim, na pegada aniversário de cachorro, pretexto para reunir os amigos, prosear, comer e beber.

O cardápio escolhido foi Risoto de Tomate Seco, mussarela de Búfala e manjericão, originalmente retirada aqui e de sobremesa pudim, “simples” assim.

Não reparem em tantas partes laranjas, bati recorde de adaptação 😛

Ingredientes
2 xícaras (chá) de arroz arbóreo (usado só uma caneca)
10 folhas de manjericão (foi a gosto, 10 tava muito pouco)
4 colheres (sopa) de manteiga (só usei uma com um pouco de azeite)
1/2 cebola (coloquei uma cebola pequena inteira)
2/3 xícara (chá) de mussarela de búfala (como tinha queijo minas de búfala em casa, foi o que usei)
100 g de tomate seco
1,3 l de caldo de legumes (se for usar cubo, dissolva apenas 1)
1/2 xícara (chá) de vinho branco seco (usei tinto mesmo porque foi o que meu amigo Marcelo levou, ficou gostoso também, mas rosado, na próxima, usarei o branco mesmo 😛 )
5 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado (um pacotinho de 100g)
sal e pimenta-do-reino a gosto (coloquei alho e noz moscada a gosto também)

Modo de Preparo
1. Lave as folhas de manjericão sob água corrente.

2. Numa tábua, pique a cebola (eu uso meu mini processador, tudo bem picadinho e sem lágrimas, muito prático) e a mussarela de búfala. Corte o tomate seco em tiras.

3. Leve uma leiteira com o caldo de legumes ao fogo alto. Quando ferver abaixe o fogo.

4. Enquanto o caldo aquece, coloque 2 colheres (sopa) de manteiga numa panela e leve ao fogo baixo (coloquei apenas uma junto com azeite a gosto). Quando a manteiga derreter, junte a cebola picada e refogue (coloquei o alho nessa hora também), mexendo bem, até que fique transparente.

5. Aumente o fogo e acrescente o arroz. Refogue por 2 minutos, mexendo sempre.

6. Adicione o vinho e misture bem até evaporar.

7. Quando o vinho secar, acrescente o caldo de legumes ao risoto aos poucos, mexendo sem parar. Quando secar, adicione mais caldo e repita a operação por, aproximadamente, 15 minutos sempre em fogo alto.

8. Verifique o ponto: o risoto deve ficar cremoso, mas os grãos de arroz devem estar al dente, ou seja, um pouco durinhos. Se ainda estiver muito cru, continue cozinhando por mais 1 minuto. Caso seja necessário, junte um pouco mais de caldo e mexa bem. Na última adição de caldo, não deixe secar completamente ou o resultado será um risoto ressecado.

9. Quando o risoto estiver no ponto, junte o tomate seco e o parmesão. Misture bem e desligue o fogo.

10. Coloque as 2 colheres (sopa) de manteiga restantes e as folhas de manjericão sem misturar. Tampe a panela.

11. No momento de servir, acrescente a mussarela de búfala e misture bem. Tempere com pimenta-do-reino moída na hora e sirva imediatamente.

Bom, pode-se fazer seguindo essa receita OU refogando todos os ingredientes (exceto manjericão e o queijo ralado) antes de acrescentar o vinho e o caldo. Coloquei o queijo minas porque, ao contrário da mussarela, não fica “puxento”. Enfim, foi a primeira vez que fiz com a supervisão de Marcelo, achei super fácil e mega gostoso!!!

Foi primeira vez também que fiz pudim, creia! E creia também que levei uma surra, mas ao comentar com umas colegas do trabalho, descobri que a receita que peguei aqui estava equivocada…

Ingredientes

Calda

1 xícara (chá) de açúcar

Pudim

1 lata de Leite MOÇA®
2 medidas (da lata) de Leite Líquido NINHO® Integral (aqui está o problema! Não encontrei o Ninho e usei leite normal. Me disseram que geralmente é 1 medida de leite condensado para 1 de leite. Não sei se o Ninho é diferente, mas não deu certo, ficou muito mole.)
3 ovos

Modo de Preparo

Calda:
Em uma panela de fundo largo (usei a assadeira mesmo), derreta o açúcar até ficar dourado. Junte meia xícara (chá) de água quente e mexa com uma colher. Deixe ferver até dissolver os torrões de açúcar e a calda engrossar. Forre com a calda uma forma com furo central (19 cm de diâmetro) e reserve.
Pudim:
Em um liquidificador, bata todos os ingredientes do pudim e despeje na forma reservada. Cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio (180°C), em banho-maria, por cerca de 1 hora e 30 minutos. Depois de frio, leve para gelar por cerca de 6 horas. Desenforme e sirva a seguir.
DICAS:
– É essencial que o pudim seja preparado em banho-maria para que asse de forma lenta e controlada, para atingir a textura ideal.
– Para que o seu pudim não forme furinhos, verifique se a temperatura do forno está regulada conforme indicação da receita. Leve a forma ao forno na grade superior, longe da chama (para poder desenformar).

Bom, o sabor não tinha como dar errado, mas a consistência… Bebemos pudim, até porque não me atentei do tempão na geladeira. O melhor, acredito, é fazer de um dia pro outro para ficar bem geladinho. Preciso empatar esse jogo porque, por enquanto, está 1×0 pro pudim ¬¬

Comentários em: "Risoto de tomate seco, queijo e manjericão; e Pudim" (2)

  1. Não tenho vinho em casa, o que invalida a receita para tentar aqui hehehe

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: